Últimos filmes favoritos #1

Meus últimos filmes favoritos dos últimos meses. Sinceramente, se você ainda não viu algum, veja!
Pode conter spoilers :)

meu_pe_de_laranja_lima

 Meu pé de laranja lima: Um filme nacional de  2012, dirigido por Marcos Bernstein e baseado no  livro de José Mauro de Vasconcelos. A história se  passa no interior de Minas Gerais e conta a  história de Zezé (José Guilherme Avila), um  menino de oito anos que tem uma vide bem  humilde junto com seus pais e três irmãos. Zezé  tem um pai desempregado e alcoólatra, com  quem tem vários conflitos, como falta de carinho  e agressões, ele apanha muito do pai. E uma mãe  com problemas de saúde que trabalha para prover  o sustento da casa.
Devido a suas condições, a família precisa mudar  de casa e no novo lar Zezé faz “amizade” com um  pé de laranja lima que está em seu quintal. Ele  tem um imaginação incrível e consegue criar  história de aventura quando está perto da árvore.
O menino apronta muito e numa dessas acaba  conhecendo o “Portuga” (José de Abreu), um  português que vive nas redondezas da  cidade. A  principio a relação dos dois também era  conflituosa, porém, depois eles acabam amigos e  Zezé têm Portuga como um pai, o menino até  pede para ser adotado por ele. Esse é um ponto  alto da história, nesse momento que vemos o  quanto Zezé esta triste e deprimido, com apenas  oito anos de idade. É nesse momento, também,  que Portuga vê todos os hematomas deixado  pelas surras do pai do menino. É claro que Portuga não adota Zezé, porém promete dar toda a assistência que ele precisa.
O filme é um drama que eu considerei bem pesado, por conta de todos os conflitos dos personagem, das agressões, do final que me surpreendeu e “pós-final”, que conta o que aconteceu com os irmãos de Zezé. Muitas lágrimas derramadas.

sniperSniper Americano: filme dirigido pelo grande Clint Eastwood, lançado em 2014, também foi baseado em um livro e conta a história de Chris Kyle, atirador de elite mais letal da história militar dos EUA.
A história se passa durante a guerra no Iraque e conta a história de Chris (Bradley Cooper), que a principio era um cowboy que morava no Texas e decidiu se alistar nas forças especiais da marinha americana após os atendados de 11 de setembro. Ele se mostrou um excelente atirador e se tornou o sniper de seu grupo. Nas cenas de guerra você praticamente respira com o personagem, cada tiro, cada invasão são momentos de tensão.
Paralelo a isso Chris conhece Taya (Sienna Miller), eles namoram, casam e tem filhos. Porém Chris tem um sentimento patriota muito grande e acha que só estará fazendo algo por seu país se for para guerra e acha que sua família pode esperar um pouco. Enquanto isso Tayla sofre para cuidar dos dois filhos sozinha e para lidar com a ausência do marido e com sua dificuldade em se adaptar ao mundo real, longe dos conflitos vividos no Iraque.
Acho que este é um um filme que você não pode saber muito sobre, apenas vá e assista.

pulp_fictionPulp Fiction: escrito e dirigido por Quentin Tarantino, esse filme é de 1994 e, para mim, tem os melhores diálogos ever. São quatro (para alguns três) histórias principais contadas de forma não cronológica, porém ligadas entre si. Primeiro temos dois assaltantes numa lanchonete conversando sobre surpresa assaltos. Na segunda temos dois mafiosos Vicent Vega (John Travolta) e Jules Winnfield (Samuel L. Jackson) fazendo serviços para o gangster Marcellus Wallace (Ving Rhames). Aqui temos nosso primeiro dialogo notável (aka foda) entre Vincent e Jules sobre, pasmem, massagem nos pés. Aproveitem essa cena.
Após temos Vincent levando a mulher de Marcellus para se divertir enquanto o mesmo está viajando. Aqui temos nosso segundo dialogo notável. Vincent leva Mia (Uma Thurman) em uma lanchonete e ela pede um milkshake de 5 dólares  e Vincent se surpreende com o preço salgado da bebida. A expressão “five dollars shake” passou a fazer parte da minha vida a partir daí. Continuando, nessa dialogo Mia diz que você encontrou a pessoa especial quando você consegue ficar cinco minutos em silêncio com essa pessoa sem se sentir desconfortável.
Depois temos o lutador Butch Coolidge (Bruce Willis) que foi pago por Marcellus para perder uma luta, porém seus princípios não não o permitiram fazer isso. Após a luta ele precisa fugir e aqui temo outro dialogo importante. Butch está num taxi e tem uma conversa com a taxista (aka diva) sobre a sensação de matar alguém.
Jules sempre cita uma passagem especifica da bíblia ao matar alguém e ele faz uma analise disso em um determinada ceno do filme, outro dialogo incrível.
É claro que o filme é muito mais do que essas histórias, porem achei muito importante citar esses diálogos. Pulp Fiction é daqueles filmes que você volta a cena só para aproveitar melhor cada momento.

mad_max_fury_roadMad Max: Fury Road: melhor filme de ação do ano (na minha opinião e na de todos que viram), se passa num mundo pós-apocalíptico, numa sociedade totalmente decadente, onde todo mundo luta para sobreviver com recursos praticamente escassos. Nesse cenário temo a Imperator Furiosa (Charlize Theron) que arquiteta um plano para fugir com algumas mulheres para sua terra natal em busca de redenção. Ela vive numa sociedade chefiada pelo Immortan Joe (Hugh Keays-Byrne), que controla todos os recursos daquele lugar, como água e alimento, e manda Furiosa e outras pessoas buscar suprimentos como combustível e munição em vilas vizinhas.
Em contra partida temos Max (Tom Hardy), que prefere não depender de ninguém além de si mesmo. Porém, ele acaba se juntando a Furiosa para travar um “guerra” contra Joe, à contra gosto, é claro, pois ele prefere seguir seu caminho sozinho.
O filme tem poucos diálogos, porem algumas falas são memoráveis como “Quem matou o mundo?”e há várias criticas a sociedade.
Agora, vamos falar a da ação do filme: é apenas adrenalina do começo ao fim, de verdade. Mesmo depois que acaba você ainda está naquela vibe do filme.

Jurassic-WorldJurassic World: recém lançado, é o tipico filme “ame ou odeie”. A formula é a mesma dos outros filmes: nunca, nunquinha ressuscite dinossauros, a chance de dar tudo errado são grandes. O filme se passa no mesmo locar do primeiro Jurassic Park, a ilha de Nublar, que traz atrações temáticas com os dinossauros. Porém a equipe de Clear (Bryce Dallas Howard) começa a alterar geneticamente os bichos para criar uma atração que recupere o interesse do publico pelo parque. É claro que dá tudo errado e Clear precisa de ajuda do treinador de velociraptors, Owen (Chris Pratt), para conter o novo dinossauro do parque.
Esse quarto filme da franquia faz inúmeras referencias ao primeiro Jurassic Park, quem é fã da série com certeza vai ter um boa dose de nostalgia assistindo.

ps.: aceito indicações de filmes novos :)

Anúncios

4 comentários sobre “Últimos filmes favoritos #1

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s