Favoritos do ano

Hora de eleger os favoritos do ano de entretenimento, na minha humilde opinião e se baseando no que eu vi, muita coisa não foi lançada esse ano, muitos artistas provavelmente o resto do mundo já conhecia menos eu, mas tá valendo mesmo assim.

SÉRIES

series

Daredevil: série que estreou em abril tem o lindo do Charlie Cox no papel do advogado Matt Murdock (vulgo Demolidor), os looks lindos da Karen Page (Deborah Ann Woll), lutas incríveis e aquela formula nada convencional onde o mocinho também se ferra.

Hannibal: teve seu último episódio esse ano, o que é muito triste porque a série era muito boa. Ela conta a história do Hannibal antes do filme O Silêncio dos Inocentes. Os episódios são bem sangrentos: tem muita carne e órgãos a mostra, muito sangue e cenas bizarras, muitas cenas que faz você pensar se o personagem está ficando louco ou não. Mas, pelo menos, tem o Hannibal preparando lindos pratos, com o pequeno detalhe de serem todos com carne humana. Além disso, o ator Mads Mikkelsen está impecável como Hannibal, idem o ator Hugh Dancy na pela de Will Graham. A série foi cancelada este ano, ainda sim, indico fortemente se você não tiver problemas com carne e sangue e essas coisas.

Game of Thrones: essa todo mundo conhece e que temporada foi essa minha gente? Muitas lágrimas derramadas (por que a gente se apaga ao personagem mesmo e não aprende nunca), muita raiva de vários personagens e muitos outros que nem apareceram. Espero que a próxima temporada, que está prevista para abril de 2016, responda algumas perguntas minha.

FILMES (ESTRÉIA NO CINEMA)

filmes_cinema

Jurassic World: aquele filme nostalgia que faz várias referências ao primeiro Jurassic Park, agradou as criancinhas que viram pela primeira vez ao aos adultos que puderam reviver sua infância.

Mad Max – Estrada da Fúria: o que falar de um filme que nos 10 primeiros minutos que já te deixar numa adrenalina incrível? Não assisti aos outros filmes da série, mas gostei muito desse. Além dos efeitos práticos e todos aqueles carros que são reais mesmo, nada de efeito, o roteiro simples agradou bastante e passou muito bem a mensagem.

Divertida Mente: só a Pixar mesmo pra fazer uma animação dessa. Eles personificaram os sentimentos: alegria, tristeza, raiva, noginho agora tem corpinhos e controla a mente de uma garota de 11 anos. O filme não é só mais uma animação para criança, mas, também, um filme que trata de assuntos mais complicados como depressão e mudanças de forma lúdica.

Star Wars – O despertar da força: o filme mais aguardado de 2015 cumpriu muito bem seu papel. Refez a saga do herói, agora com uma mulher como protagonista, trouxe elementos do episódio IV agradando os fãs mais antigos, além da história também cativar o pessoal que começou a acompanhar Star Wars agora. Fechou o ano muito bem.

FILMES RECENTES 

filmes_recente

Sniper Americano: dirigido por Clint Eastwood, esse filme – baseado em um livro – conta a história real do atirador de elite mais letal dos EUA. O ator Bradley Cooper da vida ao soldado e consegue passar todo o sentimento e a angustia que o personagem sente. Merece palmas.

O Grande Hotel Budapeste: dirigido por Wes Anderson é um filme lindo. Tem uma ótima fotografia, cenas coreografadas, roteiro muito bom. É aquele filme de encher os olhos.

Rush – No Limite da Emoção:  conta a história da rivalidade entre os pilotos Niki Lauda (Daniel Brühl) e James Hunt (Chris Hemsworth) na Temporada de Fórmula 1 de 1976 e se você gosta de Formula 1 é um bom filme para ver como funcionava o esporte naquela época que, segundo o próprio Lauda, era muito mais emocionante.

Song of the sea: essa é uma animação, acho que a mais fofinha que já vi na vida e conta a história de uma menininha que não consegue falar, ela tem um irmãozinho mais velho e os dois acabam descobrindo que ela é uma selkie, de acordo com uma lenda irlandesa e escocesa, e agora eles precisam ajudar a resgatar algumas criaturas mágicas que estão em perigo. O filme parece que foi todo feito com aquarela.

FILMES ANTIGOS

filmes_antigos

Pulp Fiction: obra prima do Tarantino, tem as melhores cenas de carro, os melhores diálogos, um ótimo roteiro. Só me pergunto por que não vi esse filme antes.

Taxi Driver: outro filme que demorei para ver mas valeu a pena, Dirigido por Martin Scorsese e estrelado por Robert De Niro, filme é um dos mais notórios do cinema dos EUA. Além disso, tem uma cena clássica (a do espelho) que fica melhor quando você descobre que foi tudo improviso.

A Felicidade não se Compra: um filme sublime. É de 1946, em preto e branco, com a direção de Frank Capra, e mostra a dificuldade de ponderar quais caminhos tomar em prol da nossa própria felicidade e quais os caminhos que fazemos em prol dos outros. Além disso, o filme trata muito do “e se”, o que mudaria no mundo, o que se afetaria caso nossos passos tenham sido diferentes?

O Clube dos Cindo: um filme meio sessão da tarde, mas que prova que a década de 80 foi ótima para o cinema. Cinco alunos estão em detenção na mesma sala e estão perdendo o final de semana por conta disso. Como estão presos no mesmo lugar eles acabam conversando e trocando algumas experiências. Parece meio superficial, mas quando cinco adolescentes desconhecidos se encontram e se conhece, eles acabam compartilhando seus medos, experiências, relação com a família. E quase um suspiro de alivio esse filme, além de ser bem divertido.

Teve muuuitos mais filmes além desses, mas não dá mesmo para citar todos. Você pode ser a resenha de alguns aqui, aqui, aqui e aqui.

Anúncios

2 comentários sobre “Favoritos do ano

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s