Run Bia, run

Corri, corri como se não houvesse amanhã.

Há quase um ano atrás eu decidi entrar na academia, fui lá, fiz minha matricula, coloquei meu short de ginástica e comecei a fazer exercícios. Eu só quero dizer, antes de mais nada, que tenho pena da amiga que me acompanhou no começo da minha “vida saudável”, porque ó, eu só reclamava. Me recusava a fazer alguns exercícios, ia pra esteira e, dos 20 minutos que a gente corria eu reclamava 30, não conseguia correr direito, não tinha folego pra nada, mas eu continuei, firme e forte.

Foi passando as semanas e eu fui me adaptando, mas mesmo assim ainda tinha vergonha de fazer alguns exercícios, porque atá que eu vou ficar de bunda pra cima nesse aparelho. Mas, depois conclui que:

1- ninguém liga pro treino que você está fazendo;
2- ninguém nem percebe sua presença;
3- todos estão ali pelo mesmo objetivo;
4- depois de uns meses, mesmo que você não tenha feito amizade com ninguém, meio que todos do seu horário já se conhecem, então fica um pouco menos pior de treinar;
5- homens não gostam de treinar perna, então a parte de musculação sempre estará cheia, então amiga, se você quiser treinar seus bracinhos vai ter que dar umas olhadas feias pros amiguinhos braçudos de pernas finas;
6- depois de um tempo, das duas horas de treino, meia hora será de conversa;
7- moços bonitos haha.

Minha parte favorita do treino era a esteira, eu gostava de correr, mesmo não conseguindo correr por muito tempo. Em alguns meses eu fui de uma pessoa sedentária, que tomava orgulhosamente um litro de refrigerante a cada sessão de cinema, para uma pessoa “vou querer suco dessa vez” e hoje eu corro tranquilamente para pegar  ônibus, simplesmente porque hoje eu consigo correr sem colocar meus dois pulmões para fora.

Ha um mês atrás participei da minha primeira corrida, na verdade me inscrevi na modalidade caminhada 5k, mas corri parte do percurso. Me senti orgulhosa, fiquei feliz e nada no mundo descreve a sensação de superar seus limites. Porque gente, meu sedentarismo não tinha limites haha.

image
A amiga que ouviu minhas reclamações

E só de pensar no motivo pelo qual eu comecei a frequentar a academia, hoje eu dou risada. Acho que foi um dos melhores negócios que já fiz. E, agora virando a chata fitness: exercício faz bem pro corpo, pra alma, pra autoestima, te rende uns amigos, te faz entender quais são seus limites e te faz querer ir além sempre.

Não julguem nem briguem com o pessoal de academia, a gente é legal :)

Anúncios

Um comentário sobre “Run Bia, run

  1. Eu queria justamente sair do sedentarismo, mas tenho alguns problemas:
    1. Eu odeio academia
    2. Eu odeio correr
    :(
    Mesmo assim ainda está nos planos e ler depoimentos de superação me anima um pouco! hahaha Sério!
    Que venham mais maratonas para serem superadas por aí o/

    Curtir

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s