10 musicais essenciais

lalalanddestaque

Se você gosta um pouquinho que seja de cinema já deve ter ouvido falar de La La Land, que é o filme do momento, o colecionador de globos de ouro, o novo recordista de indicações ao Oscar e que é um musical.

Este é um gênero que realmente divide opiniões na base do ame ou odeie e La La Land é um ótimo exemplo deste tipo de filme, um filme sobre sonhos que é o que são os musicais, se o espectador não for capaz de sonhar junto e acreditar que toda aquela cantoria é comum e aceitável naquele mundo, então ele nunca gostará de musicais. Musicais tiveram sua época de ouro entre os anos 30 e 50, mas hoje raramente são criados e são poucos que se tornam memoráveis. Para quem é novo nesta área ou sempre teve aquele preconceito com o estilo seguem 10 indicações de filmes essenciais para aprender a gostar dos musicais (e quem sabe sair por aí dançando no metrô).

01 – O Mágico de Oz (1939)

Este clássico absoluto do cinema conta a história da jovem Dorothy (Judy Garland) que após ver sua casinha no Kansas ser levada por um tornado acaba caindo no reino de Oz aonde inicia uma aventura na procura do Mágico de Oz (Frank Morgan), que supostamente é capaz de mandá-la de volta para casa.

Este filme é um marco para o cinema em vários aspectos, no caso da música a clássica “Somewhere Over the Rainbow” saiu dele, não conhece? Tenho certeza que sim, basta dar o play.

02 – Grease – Nos Tempos da Brilhantina (1978)

Este você já ouviu falar certo? É muito provável que seus pais gostem dele. O filme é ambientado nos anos 50, onde Danny (John Travolta) conhece Sandy (Olivia Newton John) durante suas férias e eles se apaixonam. Tudo parecia um amor de verão, afinal ela voltaria para sua casa na Austrália e ele para escola, porém no primeiro dia de aula Danny tem uma grata surpresa ao encontrar seu amor novamente e estudando na mesma escola.

O filme tem uma trama simples, mas bem amarrada, conta com ótimas músicas e boas atuações, um clássico blockbuster que vale a pena conferir.

03 – Cantando na Chuva (1952)

Outro clássico que sei que você já deve ter ouvido falar, talvez já tenha visto a cena da música título até, mas muita gente conhece e não viu. O filme com números musicais de tirar o fôlego fala sobre um momento importante do cinema, a transição do cinema mudo para o falado. Neste cenário temos Gene Kelly no papel de Don Lockwood, um ator famoso do cinema mudo tentando se adaptar as mudanças e Debbie Reynolds como Kethy Selden, uma jovem atriz tentando encontrar seu lugar.

04 – My Fair Lady (1964)

Ganhador do Oscar de melhor filme conta história de Eliza Doolittle (Audrey Hepburn), uma pobre vendedora de flores que encontra Henry Higgins (Rex Harrison), umprofessor de fonética arrogante que se gaba da sua capacidade de reconhecer sotaques. Ao ver Eliza, Henry se impressiona com a falta de modos e vocabulário dela, então faz uma aposta com seu amigo de que irá transform´-la em uma dama da alta sociedade.

Este é o meu favorito, não que seja o melhor, mas é o que mais me cativou. O fato de ter minha atriz favorita como protagonista ajuda é claro, mas o filme é muito bem dirigido, tem ótimas canções e um roteiro que prende apesar de ser longo.

05 – A Noviça Rebelde (1965)

Outro vencedor do Oscar de melhor filme é estrelado por Julie Andrews, o filme se passa na Austria onde a noviça Maria (Julie), que não consegue se adaptar ao convento, é enviada para ser governanta de uma família com 7 crianças e o pai Capitão Von Trapp (Christopher Plummer).

Este clássico obrigatório traz Julie Andrews em sua melhor forma com músicas inesquecíveis, algumas que talvez você até conheça como esta abaixo.

06 – O Fantasma da Ópera (2004)

Este é um remake de uma obra dos anos 40. Conta a história de Erik, o fantasma (Gerrad Buttler) e Cristine Daaé (Emy Russum). Ele é um professor oculto de Cristine, ajudando-a conseguir um papel importante no espetáculo, porém a partir disso muitas coisas ocorrem nesta relação estranha.

Este filme é lindo visualmente, conta com músicas maravilhosas e uma trama cheia de dramas, sofrimentos e paixões. Recomendo muito.

07 – Mary Poppins (1964)

Um filme da Disney com a Julie Andrews no papel-título que lhe rendeu o Oscar de melhor atriz. Na casa de um banqueiro (Glynis Johns) seus dois filhos não dão sossego as babás que se demitem uma após a outra, até que magicamente Mary Poppins desce do céu com sua bolsa e guarda-chuva, dizendo ser a pessoa perfeita para resolver o problema e ela resolve de um jeito bem peculiar e com muita música.

Um filme atemporal e indicado para crianças de qualquer idade, essencial para a vida. Se uma palavra pode definir este filme, esta palavra é supercalifragilisticexpialidocius, assista abaixo e entenderá.

08 – Across the Universe (2007)

Se você curte Beatles vai amar, se não curte vai aprender a curtir. O filme se passa nos anos 60 contando a história de amor entre Jude (Jim Sturgess) e Lucy (Evan Rchael Wood) em meio a todas as transformações e acontecimentos daquela época.

Todas as músicas e nomes dos personagens são baseados na obra dos garotos de Liverpool, nem precisa de mais do que isso pra ver agora, mas segue um aperitivo.

09 – Nasce Uma Estrela (1954)

Este musical com um clima mais sério é estrelado por Judy Garland como Esther Blodgett e James Maison como Norman Maine. Enquanto ele é um astro decadente do cinema, ela é uma aspirante a estrela. Os dois tem um relacionamento que não consegue ser separado de suas vidas profissionais, o que leva a vários acontecimentos.

Um filme que vale a pena assistir, com boas músicas e uma história interessante que te fará lembrar por dias.

10 – Os Miseráveis (2012)

Este aqui eu só recomendo para quem já está acostumado com isso de musical, pois o filme é diferente tudo, ele é totalmente cantando, isso mesmo, todos os diálogos são cantados. Hugh Jackman é Jean Valjean, um ex-criminoso que é perdoado e ajudado por um padre, desde então ele decide dedicar a sua vida a ser um bom homem e digno da confiança que lhe foi dada, porém  Javert (Rusell Crowe), um policial que leva a lei acima de tudo não está disposto a deixar que Jean Valjean fique impune.

Este filme é um clássico moderno, não sei como não levou o Oscar, merece muito ser visto.

Anúncios

6 comentários sobre “10 musicais essenciais

  1. Adorei a lista, tá tudo anotado e quem sabe depois de ver os filmes eu não comece a gostar de musicais, assim como a Mia aprendeu a gostar de jazz haha

    Marcelo vc é o cara kkkk

    Curtir

  2. Amo TANTO musicais! Acho que já assisti praticamente todos os filmes da lista. Desde pequena assisto esse gênero, o Mágico de Oz foi um dos primeiros filmes que peguei na locadora, haha. 😅 Também escrevi um pouco sobre La La Land no meu blog. A história da Mia e do Sebastian mexeu muito comigo! Depois dá uma passada lá pra conferir :) https://goo.gl/w2lyRH
    Beijos!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s